Santarém: mais uma opção no Tejo

Santarém: mais uma opção no Tejo

Santarém: mais uma opção no Tejo

Vista de Santarém

Se o Rio Tejo em geral lembra Lisboa, saiba que há outras opções à beira dele. E Santarém é uma delas. Afinal, fica a apenas 80 quilômetros da capital, é uma ótima escolha para quem quer a tranquilidade da vida no interior, muitas belezas naturais e ótimas possibilidades para estudar.

Então, prepare-se para conhecer uma cidade com muita história, com um clima muito tranquilo para nós, brasileiros, e que, além de tudo, fica fora do grupo de cidades mais famosas e com preços mais altos, como Lisboa e Porto.

Um pouco da história da cidade

A história de Santarém, como muitas das cidades portuguesas, remonta um passado muito distante, pois desde os fenícios, há presença de civilização por lá. Também estiveram na região os gregos e os cartagineses. 

Outra coisa interessante é a mistura de referências do mito de fundação da cidade, que conta a história de um bebê nobre que foi abandonado em um cesto no Tejo. Então, ele aportou por acaso no lugar onde hoje é a cidade e foi criado por uma serva. Já ouviu história parecida? Então, é isso mesmo: a referência desse ponto é bíblica. Depois, o bebê cresceu, demonstrou toda a sabedoria, foi reconhecido como nobre e se tornou o rei do lugar, dando origem à cidade.

Mas, além do mito, é importante entender que nessa parte do Tejo houve muitas trocas comerciais durante toda a história, o que fez com que Santarém se tornasse fundamental para a região. Tanto que, durante a dominação árabe, ela foi inclusive um país independente, por um curto período.

Depois da Reconquista pelos cristãos, ela dividiu por muito tempo a importância de Lisboa como lugar em que as cortes viviam, principalmente por ser mais protegida geograficamente do que a capital.

Devido a sua arquitetura, ela é considerada a capital do gótico em Portugal. E você pode ver isso pela presença de tantas edificações desse estilo pela cidade ainda hoje. 

Atualmente, ela se destaca como cidade universitária e industrial, além de ser o centro administrativo de toda a região.

Sé Catedral de Santarém
Sé Catedral de Santarém – Imagem de divulgação Visit Portugal

Como é viver em Santarém?

Como já foi dito anteriormente, viver em Santarém é ter a proximidade de 80 quilômetros com Lisboa, o que dá menos de uma hora de carro ou trem (comboio), e ter toda a tranquilidade e a paz da vida no interior. 

Santarém tem uma estrutura muito boa de comércio e serviços, o que faz com que tenha muita gente deixando Lisboa e indo para lá. E não só gente: empresas também. Isso pode ser interessante para que você possa pensar em ficar na cidade até mesmo depois de estudar.

O município tem pouco mais de 60 mil habitantes, que estão espalhados por 18 freguesias. Além disso, Santarém também é a sede de um distrito que tem o mesmo nome e abriga pouco menos de 500 mil pessoas. 

De Scalabis a Santarém
De Scalabis a Santarém – Foto de Divulgação Visit Portugal

A segurança na cidade

Uma das primeiras preocupações que temos sempre quando chegamos a algum lugar é com a segurança. E, neste aspecto, Portugal é mesmo muito diferente do Brasil. Afinal, segundo o Global Peace Index (GPI), Portugal fica na terceira posição entre os lugares menos violentos. 

E Santarém não é diferente. Por ser uma cidade com movimento, claro que sempre há um ou outro caso de roubo ou furto, mas isso é exceção. Em geral, eventos violentos são bem raros, como no restante do país.

Então, deixe essa preocupação no Brasil e vá para Santarém com tranquilidade.

Clima em Santarém

O clima de Santarém se parece com o de Lisboa, mas podemos considerar que é um pouquinho mais fresco, principalmente no verão. Por isso, prepare-se para ter uma estação quente e seca, com temperaturas em julho e agosto perto dos 30 graus. Mas, embora fique longe do oceano, a proximidade com o Tejo compensa com ótimas opções de passeios.

O inverno é um pouco mais úmido, mas nada que traga muita preocupação. As temperaturas negativas raramente acontecem, com pouca probabilidade de neve. 

Como acontece em quase todos os lugares de Portugal (e talvez da Europa), os melhores momentos para viver na cidade são a primavera e o outono, que tem temperaturas bem amenas.

Igreja da Graça - Santarém
Igreja da Graça- Imagem de Divulgação Visit Portugal

Quanto custa viver em Santarém?

O custo de vida em Santarém é mais baixo do que em Lisboa, como sempre acontece com as cidades menos procuradas. O arrendamento (aluguel), que é a principal despesa, tem um desconto de 25% a 30% em imóveis parecidos. 

Então, se você for morar na região mais central da cidade, vai gastar cerca de 350 a 400 euros por um apartamento de 1 quarto, os chamados T1. Mas, se você puder morar um pouco mais distante, consegue achar um por no máximo 300 euros. E, se você vai estudar, pode optar por quartos em moradias coletivas, que têm preços médios de cerca de 200 euros.

Quando pensamos nas despesas do dia a dia, como o supermercado, não há grande diferença do restante do país. A única preocupação que você tem que ter é com a conversão do real para o euro. 

Já nos restaurantes, bares e cafés, dá para gastar bem menos do que na capital. Um café custa mais ou menos 60 cêntimos de euro e uma cerveja pequena pouco mais de 1 euro. Os vinhos do Alentejo, uma das principais regiões vinícolas portuguesas, estão tão perto que você encontra ótimas opções por preços muito baixos, cerca de 2 euros uma garrafa. E isso é muito barato mesmo se você fizer a conversão para o real.

Em quais lugares de Santarém é bom morar?

Se tem uma coisa que você precisa entender é que não dá para escolher rapidamente um lugar para viver. Por isso, sempre prefira ter um tempo para planejar e principalmente pesquisar onde é possível morar. Então, visite os sites de imobiliárias e os centralizadores de anúncios como www.idealista.pt, www.casa.sapo.pt e vários outros. 

Mesmo assim, se você puder, opte por ficar em um hotel ou em um lugar com aluguel de curta duração antes de definir o local que você vai passar a maior parte do tempo da sua estada em Santarém. 

Visite, olhe, escolha e reveja tudo de novo para ter certeza. Aí é só mudar e curtir.

Se você gosta do agito e da experiência histórica, vai adorar morar no centro, que tem os preços um pouco mais altos e fica razoavelmente distante dos principais locais para estudar. 

Porém, se você quer estar ao lado do Instituto Politécnico, então você deve alugar algo mais perto de lá. E isso pode representar uma boa economia também.

Hospital
Hospital de Santarém – foto de divulgação

Saúde em Santarém

Em Santarém, como em qualquer lugar de Portugal, brasileiros podem usar o serviço público de saúde mesmo como turistas. Para isso, é só ter o CDAM, que lá eles chamam de PB4, e utilizá-lo quando for necessário.

Porém, se você já tiver um visto de estudante, não precisa mais do certificado brasileiro. Pode ser considerado como um cidadão português. Porém, ao contrário do Brasil, em Portugal eles pagam pelo serviço de saúde. É uma taxa que eles chamam de moderadora.

Um atendimento no pronto-socorro, por exemplo, fica em geral em torno de 18 euros. E, mesmo que você tenha que fazer exames, esse valor nunca passará de 40 euros. 

E, se você vai ficar um tempo na cidade, o ideal é se registrar na Unidade de Saúde Familiar da freguesia, para que você tenha acompanhamento e encaminhamento para as especialidades, se for necessário. 

O Hospital de Santarém é o que você tem que procurar para atendimento de casos graves e urgentes. No dia a dia, o ideal é marcar o atendimento na USF perto da sua casa mesmo.

Ótimas opções para estudar em Santarém


Estudar em Santarém tem sido cada vez mais uma escolha de pessoas do Brasil e de todo o mundo. Afinal, o Instituto Politécnico de Santarém é uma opção pública com muita qualidade e unidades na cidade e também em Rio Maior.

Veja neste vídeo todos os detalhes que você precisa saber para estudar lá.

As cinco escolas do Instituto têm muitas opções de licenciaturas (como eles chamam os cursos superiores), pós-graduações, mestrados e doutorados. 

Além dele, há uma opção privada, que você também pode colocar na lista das suas possibilidades: o ISLA-Santarém.

O que fazer por lá?

Santarém tem ótimas opções de passeios e atividades durante todo o ano, para quem vai como turista ou para quem vive por lá. Então, se você optar pela cidade, pode ter certeza de que não vai faltar atividade na sua agenda. 

Você pode observar a arquitetura da Sé da cidade e também ver muitos produtos interessantes no Mercado. Para ver as belezas naturais em contato com a criação humana, veja o Jardim das Portas do Sol.

Para quem quer se integrar com o passado e o presente religiosos de Santarém, as visitas obrigatórias, além da Sé, são a Igreja de Santa Maria da Graça, a Igreja de Santa Maria de Marvila, o Convento de São Francisco, a Igreja da Misericórdia, o Convento de Santa Maria de Almoster, o Santuário do Santíssimo Milagre e a Igreja de Santa Clara, além do Museu Diocesano.

Além disso, há algumas festas imperdíveis, como as Festas de São José, que movimentam a cidade, garantem diversão e comida muito boa.

O que tem para comer e beber em Santarém?

Santarém, por estar à beira do Tejo, mantém a tradição de uma boa parte de Portugal: os pratos tradicionais à base de peixes. Então, aproveite para provar a Sopa de Peixe, Petingas de Escabeche e mesmo as receitas de bacalhau, que é peixe de mar, e não de rio.

Também, por estar no interior, há outras tradições. Vale a pena experimentar o Pernil de Porco Assado, o Naco de Touro Bravo Avinhado e os Molhinhos de Carneiro com Grão.

Mas, como nem só de comida a gente vive, aproveite que você está em uma região que inclui o Alentejo e não deixe de experimentar toda a tradição dos vinhos. Afinal, vinho bom e barato não é algo que a gente está acostumado no Brasil.

Para quem vai fazer turismo, há ótimos restaurantes, principalmente no centro. E para quem está estudando e o dinheiro nem sempre está tão disponível, aproveite as tascas e os restaurantes populares, com muita comida boa e bebida de “origem controlada”.

Então, aproveite para ter tudo isso. Afinal, sempre vale a pena juntar a tranquilidade, as belezas naturais e as ótimas oportunidades para estudar e se desenvolver que Santarém oferece.

Quer saber mais sobre morar e estudar em Santarém? Então veja a nossa viagem até lá:

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Como se candidatar na graduação do IPB?

Você quer realizar graduação no IPB, em Portugal? Saiba...

Quero estudar em Portugal. Por onde começar?

Uma das maiores dificuldades que encontramos ao pensar em...

Como fazer reagrupamento familiar com visto de estudante?

TRAGA SUA FAMÍLIA PARA MORAR EM PORTUGAL COM VISTO...

Intercâmbio: quanto custa?

Quanto custa para realizar um intercâmbio? Neste artigo são...

Intercâmbio na graduação: como escolher a Instituição de Ensino Superior estrangeira?

Qual a melhor universidade, faculdade ou instituto para o...

Como ver a nota do ENEM?

O INEP liberou as notas dos estudantes que realizaram...

Como planejar para estudar em Portugal?

Chegou a hora de você fazer o seu planejamento...

Conheça o politécnico mais bem ranqueado de Portugal

Você conhece o IPB? O IPB não é nada...

Dupla-Diplomação no IPB em Portugal

Saiba o que é o programa de Dupla-Diplomação no...

Quais os tipos de intercâmbio existem e quem pode fazer?

Saiba quais tipos de intercâmbio existem e qual é...

Intercâmbio: o que é e quais as suas vantagens?

Saiba o que é intercâmbio e quais as suas...

Estudar em Portugal: 9 vantagens

Prosperar na vida acadêmica, bem como, profissional é o...

Acompanhe a gente nas Redes Sociais!

Fale conosco!
Precisa de ajuda?
Nosso suporte está pronto para te atender agora mesmo!