Documentos necessários para viajar na Europa

Documentos necessários para viajar na Europa

Documentos necessários para viajar na Europa

Documentos necessários para viajar na Europa

Visitar os países europeus é o sonho de várias pessoas. Mas para que a viagem seja a mais proveitosa possível é necessário um bom planejamento e o conhecimento sobre a documentação necessárias para local que deseja ser visitado.

Aqui vou lhe mostrar toda a documentação necessária e várias dicas sobre cada um. Aqui está uma lista de todos os aspectos que vão ser abordados. Vamos lá?

Preciso de visto para a Europa?

Os brasileiros que pretendem ficar no continente, por até 90 dias, não precisam de visto para entrar na maioria dos países que o constituem.
Essa livre circulação acontece graças aos acordos do Espaço Schengen. Além disso, alguns países que não aderiram ao tratado, como o Reino Unido, Rússia e Turquia também não exigem um visto para os brasileiros que estão indo a visita.

O que é o Tratado Schengen?

O tratado surgiu da vontade de cinco países membros da União Europeia (UE) de intensificar seus relacionamentos e fazer com que as divisas existissem apenas no mapa.
Atualmente é composto por 26 países europeus, dos quais 22 são Estados-Membros da UE. Cidadãos europeus e estrangeiros (desde que tenham acordo com algum país) podem circular livremente no espaço formado pelos seus membros, não precisando passar por vários procedimentos de controle de fronteiras.

Por quanto tempo posso permanecer no Espaço Schengen?

Sendo brasileiro possui duas opções:

  1. Se for uma viagem programada para até 90 dias não é preciso ter visto. Portugal possui um acordo com Portugal que fornece essa facilidade.
  2. Agora, se está pretendendo ficar por mais tempo precisará ter um visto.

Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem – ETIAS

ETIAS é a sigla para Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem. Foi criado para identificar possíveis ameaças ou riscos associados a visitantes que desejam viajar para países do Espaço Schengen.
A partir de 2021, todos os estrangeiros que atualmente não necessitam de visto para entrar na Europa deverão solicitar a autorização. Com ela poderá circular livremente nos países membros do Tratado.
Atualmente, são 60 países que precisão solicitar a autorização para viagens de turismo ou negócios, com estadias curtas de até 90 dias.
Mas não se preocupe antecipadamente, esse acordo entrará em rigor apenas em 2021.

Documentos para entrar na Europa

  • Passaporte válido. Com validade superior a 03 meses do período que deseja permanecer;
  • Passagem de volta ao Brasil. Alguns atendentes não aceitam apenas a reserva de voo. Se esse documento for pedido eles vão querer a passagem comprada;
  • Comprovante de reserva de hotel ou uma carta-convite;
  • Comprovação financeira. A Embaixada Portuguesa recomenda que tenha 75 euros para entrar no território e 40 euros por cada dia de permanência;
  • Seguro Viagem;
  • Comprovante de emprego ou de estudo no Brasil (opcional).

Questionamentos e interrogatório para entrar na Europa: como me comportar?

Essa é uma das partes que mais aterroriza os viajantes, PASSAR PELO CONTROLE DE FRONTEIRAS. Estamos aqui pra te tranquilizar. Lá são feitas algumas perguntas em relação ao motivo da sua viagem e como ela vai ser realizada.
O atendimento pode ser mais tranquilo, ou um pouco mais complicado. Isso vai variar do atendente e se você possui toda as documentações.

Algumas informações que normalmente são pedidas:

  • Capacidade Financeira – Pode ser comprovada com o dinheiro em espécie ou com o limite do cartão de crédito internacional;
  • Profissão no país de origem – Essa informação é mais para comprovar que possui vínculos no país e precisa retornar. Se já estiver trabalhando pode comprovar com o último contra-cheque, caso seja estudante com a declaração de matrícula;
  • Objetivo da viagem – Está indo visitar um parente, conhecer o país, participar de um evento ou reunião de negócios. Independente do motivo apenas diga a verdade.
  • Roteiro da viajem – Explique o que pretende fazer durante a sua estadia e se tiver alguma reserva ou roteiro preparado pode apresentar.

A dica é sempre a mesma: Fique calmo e responda com sinceridade, assim não terá problemas.


Quais os países que exigem o seguro viagem?

Qual o valor mínimo da cobertura?

O Regulamento 810/2009 estabelece no Artigo 15° que a cobertura do seguro, deve ser de, no mínimo, 30 mil euros.
Assim, nem todo seguro atende às exigências. Na hora de contratar o serviço fale que seu destino é a Europa e confira se as exigências estão sendo cumpridas.

Quais coberturas precisam estar na sua apólice?

  • Despesas médicas e hospitalares de, no mínimo, 30 mil euros;
  • Regresso sanitário;
  • Translado de corpo;
  • Translado médico.

Quanto custa um seguro viagem para a Europa?

Esse fator possui inúmeras variáveis. Destino, quantidade de dias, coberturas oferecidas, idade, histórico médico, entre outros. Mas os valores se iniciam em 10 reais por dia.

Onde comprar o seguro?

  • Pode comprar junto com a passagem área no site da própria companhia;
  • Procurar empresas exclusivas na venda de seguros;
  • Utilizar o seguro viagem do cartão de crédito.

Vale a pena usar um comparador de seguros?

SIMMM. Na hora de comprar qualquer coisa o processo de comparação dos produtos é super importante. Através dele é possível ter o melhor serviço, com as melhores coberturas e com o melhor preço.

O que é o PB4?

O Certificado de Direito à Assistência Médica – CDAM (conhecido como PB4 ou IB2) surgiu a partir de acordos entre o Brasil e esses 03 países. Permitindo que cidadãos brasileiros possam receber atendimentos médicos com as mesmas condições dos cidadãos locais.

Diferenças entre um Seguro de Saúde e o PB4?

Eles são diferentes e possuem objetivos diferentes, por isso não é possível julgar qual é a melhor opção.
Caso tenha condições é aconselhável que faça os dois.
O PB4 irá garantir somente a assistência médica em hospitais públicos com o valor que um cidadão pagaria. E ele pode ser apresentado na imigração pois, como falado, a UE exige um seguro que cubra pelo menos 30 mil euros em despesas de saúde, independente de qual visto.
Já o seguro viagem, além de cumprir a obrigatoriedade da UE, garante atendimento nos hospitais particulares sem custos, ou com reembolso. Garante também outras proteções como:

  • Indenização em caso de perda de voo;
  • Indenização por perda ou extravio de bagagem;
  • Repatriação em caso de doenças graves;
  • Traslado de corpo;
  • Indenização em caso de morte ou invalidez permanente etc.

Lembrando que cada apólice possui seus serviços, então é preciso ler com muita atenção os detalhes para não ter surpresas desagradáveis no futuro.

Vacinas necessárias na Europa

Muitos países definem vacinas obrigatórias para seus visitantes. Porém esse não é o caso da Europa, nenhum país membros possui esse requisito.
Mas é importante lembrar que as vacinas dependem da região do país e as doenças endêmicas que podem estar ocorrendo. Por isso, mesmo que o seu destino não exija as vacinas é importante realizar uma pesquisa para saber quais doenças estão afetando o país.
Além disso, estar com o cartão de vacina completo é muito importante para sua saúde. O Ministério da Saúde libera o calendário de vacinação e lá é possível conferir quais vacinas devem ser tomadas de acordo com sua idade.
Se não tem certeza se tomou todas pegue seu cartão de vacina e procure um(a) enfermeiro(a) do seu posto de saúde, assim saberá como está sua situação e se é preciso tomar alguma.

Preciso ter o certificado internacional de vacinação emitido pela Anvisa?

O Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – CIVP é o documento que comprova a vacinação contra doenças, conforme definido no Regulamento Sanitário Internacional.
Se o seu desejo for visitar apenas os países europeus, não é necessário pois, como já falamos não existem vacinas obrigatórias. Porém vale a pena levá-lo. Sabe o motivo?
O continente europeu está localizado ao lado de outros dois continente muito interessantes, a Ásia e a África, e para visitar essas regiões é necessário ter o certificado.
Ele pode ser emitido online e como não possui data de validade pode ser afixado no seu passaporte. Para saber mais informações sobre os pré-requisitos e como emitir o documento é só acessar o site da Anvisa e conferir o passa a passo.

Posso levar medicamentos do Brasil?

Esse é um tópico que precisa de muita atenção. Existem muitos casos de pessoas que levaram medicação em uma viagem e não conferiram se o uso dele era autorizado no outro país.
É permitido levar alguns medicamentos, tanto na bagagem de mão como na bagagem de porão, contanto que fiquem atentos ao limite de peso, ml ou embalagem. Além de consultar o consulado ou a embaixada para conferir se o país destino possui alguma restrição de substância.
Outras dicas que tenho pra você são:

  • Leve a quantidade de medicamento suficiente para o período que deseja passar. Nada de levar alguns a mais, isso pode gerar dúvidas na imigração;
  • Caso seja um medicamento controlado leve a receita do médico, de preferência em inglês e impressa. Peça para que nela ele informe o motivo que toma essa medicação;
  • Se possível, leve também a nota fiscal da compra dos medicamentos;
  • Quem utiliza medicamentos injetáveis deve colocar as agulhas em embalagens lacradas e apresenta no momento do embarque, acompanhado da receita;
  • Se possui algum medicamento que necessita estar refrigerado deve avisar a companhia área para que esta providencie um compartimento para acomodar sua medicação;
  • No caso dos cilindros de oxigênio, é preciso informar a companhia em até 72 horas antes do voo. O passageiro precisa apresentar laudos que comprovem a necessidade, podendo ser utilizado o MEDIF, formulário de informações médicas fornecido pela própria companhia área.
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Artigos Relacionados:

Como posso te ajudar?

Todos os dias, informações fresquinhas pra você! Atualizadas por estudantes brasileiros espalhados por toda Portugal, a cada artigo você vai se sentir mais perto de Portugal! Está procurando um assunto específico? Escreve aqui no nosso buscador:

Amigo estou aqui!

Falamos a mesma língua!

Publicações Recentes:

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Como planejar para estudar em Portugal?

Chegou a hora de você fazer o seu planejamento...

Quero estudar em Portugal. Por onde começar?

Uma das maiores dificuldades que encontramos ao pensar em...

Visto de Residência – Saiba TUDOO!!

Cada vez mais brasileiros estão tomando a decisão de...

Conheça o politécnico mais bem ranqueado de Portugal

Você conhece o IPB? O IPB não é nada...

Como ver a nota do ENEM?

O INEP liberou as notas dos estudantes que realizaram...

Ano letivo em Portugal: Como funciona?

Assim como, nos filmes adaptados no hemisfério norte, o...

Fazer faculdade em Portugal: as principais formas de entrar

Você tem sonho de estudar em Portugal e não...

15 motivos para estudar no IPB, em Portugal

Você deseja estudar em Portugal, mas ainda não decidiu...

Quais os tipos de intercâmbio na graduação?

Saiba quais tipos de intercâmbio na graduação existem

Como se candidatar na graduação do IPB?

Você quer realizar graduação no IPB, em Portugal? Saiba...

Como fazer o visto de estudante?

DESCUBRA COMO FAZER SEUS VISTO DE ESTUDANTE AGORA

Perguntas frequentes sobre como estudar medicina em Portugal

Quer estudar medicina em Portugal? Então vem descobrir como...

Acompanhe a gente nas Redes Sociais!

Fale conosco!
Precisa de ajuda?
Nosso suporte está pronto para te atender agora mesmo!